Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
BOLETIM ELETRÔNICO Nº 531 (19/08/17)

 

Boletim Eletrônico Nº 531 Ano 11 - 19/08/2017

 

Conselho instaura procedimento de interdição ética da Santa Casa de Goiânia

Em reunião realizada na noite de quinta-feira (17), a diretoria do Cremego aprovou a instauração de um procedimento de interdição ética da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia. Com a medida, que é adotada quando uma unidade de saúde não apresenta condições de atendimento e põe em risco a qualidade da assistência ao paciente e o trabalho do médico, a Santa Casa passa a contar com 15 dias para apresentar um plano de correção das deficiências encontradas.

A decisão da diretoria foi tomada pouco mais de um mês após o Cremego vistoriar e constatar várias falhas no funcionamento da Santa Casa, como a escassez de materiais e medicamentos. O hospital recebeu um prazo para corrigir os problemas detectados, mas, diante de novas denúncias de falta de condições de trabalho na unidade, que foram feitas por médicos, a diretoria do Cremego instaurou o procedimento de interdição ética.

O presidente do Conselho, Leonardo Mariano Reis, observa que para evitar a interdição, que vetaria o trabalho dos médicos no hospital, a Santa Casa precisa oferecer condições de atendimento. Segundo ele, o Cremego reconhece a importância da Santa Casa, principalmente para pacientes que dependem do Sistema Único de Saúde, e não tem interesse nenhum em deixar a população desassistida.

“Mas, nós pensamos no perigo de se manter aberto um hospital que coloca em risco a assistência ao paciente devido à falta de insumos para cirurgias, materiais e medicamentos, como antibióticos, o que pode agravar o quadro dos doentes”, disse. Clique aqui e confira uma das entrevistas do presidente sobre o assunto.

 

 

CORREIÇÃO

Cremego fará correição nos processos entre 11 e 15 de setembro

Entre os dias 11 e 15 de setembro, das 8 às 18 horas, o Cremego estará realizando a correição nos Processos Ético-Profissionais do Departamento de Processos.

No período da correição, não poderão ser retirados da Secretaria os autos que deverão ser objeto dos trabalhos e também não haverá expediente destinado às partes, ficando suspensos os prazos processuais, não havendo, entretanto, interrupção do andamento das Sindicâncias, Pareceres Consulta e Codame, bem como do recebimento de denúncias.

 

SEGURANÇA

Fórum debate a segurança em cirurgias eletivas

Realizado em Goiânia no final de junho, o 1º Fórum de Imersão em Segurança em Cirurgias Eletivas pode ser considerado um marco na busca da melhoria da segurança e da qualidade das cirurgias e dos serviços de saúde no Estado. Promovido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - Regional Goiás (SBCP-GO), o evento, que teve a participação do Cremego, reuniu médicos de várias especialidades, acadêmicos de medicina, demais profissionais de saúde, representantes de entidades médicas, de operadoras de planos de saúde, diretores de hospitais goianos, advogados e convidados de instituições de outros Estados que são referência para o País, como o Hospital Israelita Albert Einstein e o Hospital Sírio Libanês.

Ao longo de 11 horas de apresentações e debates, os participantes discutiram temas, como a segurança nos procedimentos anestésicos; a prevenção de infecções e de tromboses; a importância da capacitação e conscientização das equipes e da adoção de protocolos de segurança antes, durante e após as cirurgias. Palestrantes e participantes foram unânimes ao destacar que a segurança merece toda a atenção nos processos cirúrgicos e na assistência médica e requer o envolvimento de toda a equipe, a educação continuada, trabalho conjunto e investimentos.

Presidente da SBCP-GO e conselheiro do Cremego, Luiz Humberto Garcia de Souza, ressaltou que a melhoria da segurança nos procedimentos cirúrgicos tem sido uma das metas do trabalho da sociedade. O assunto também está na pauta diária do Cremego. O presidente Leonardo Mariano Reis, que participou do evento, lembrou que, no final do ano passado, o Cremego promoveu uma plenária temática sobre o assunto, o que acabou incentivando a realização do fórum. Agora, o resultado do fórum vai contribuir para a elaboração de uma resolução sobre segurança no atendimento e em cirurgias eletivas que o Cremego está preparando.

 

SOLIDARIEDADE

Médica faz campanha para salvar o filho

A médica Daniela Martins Bringel (CRM GO 13.151), mãe do garoto Francisco, de 1 ano e 6 meses de idade, faz um apelo para salvar o filho. Em cartas abertas aos colegas médicos e em vídeos voltados para toda a população, Daniela conta que, aos seis meses de vida, o filho teve um diagnóstico de atrofia muscular espinhal tipo 1 (AME), uma doença genética, na qual o cognitivo é preservado, mas gera a perda da força muscular, comprometendo os movimentos voluntários e, nos casos mais graves, evoluindo com insuficência respiratória e tornando o paciente dependente de ventilação mecânica.

Ela explica que a esperança da cura de Francisco está em um medicamento chamado Nusinersena/Spinraza, desenvolvido pela Farmacêutica Biogen e aprovado para comercialização pelo FDA em dezembro de 2016, uma aprovação em tempo recorde devido à gravidade da doença. 

 A família entrou com uma ação na justiça federal contra a União para conseguir o tratamento, mas há cinco meses aguarda o cumprimento da liminar favorável. Diante da evolução da doença e para agilizar a compra, Daniela e o marido criaram a campanha AME FRANCISCO e todos podem contribuir, doando qualquer valor.

As doações podem ser feitas online ou por depósito bancário: Daniela Bringel (CPF 944056111-49) - Banco do Brasil AG 5067-9 C.C. 28054-2 /Bradesco AG 1066-9 C.C. 1595-4 ou conta poupança no Banco do Brasil - Agência 4560-8  Conta Poupança 300-X. Leia mais.

 


DEFESA DA SAÚDE

Médicos protestam em defesa da saúde pública

Médicos goianos participaram, no dia 3 de agosto, da mobilização nacional da categoria em defesa da saúde pública. Em Goiás, o protesto foi coordenado pelo Cremego e pelo Simego e aconteceu na sede do Conselho, onde um grupo de profissionais se reuniu para denunciar a precariedade do setor e cobrar providências das autoridades da área da saúde. Em entrevistas à imprensa, o presidente do Cremego, Leonardo Mariano Reis, também chamou a atenção dos governos para a necessidade urgente de investimentos na saúde e o Simego cobrou respeito à classe médica.

As entidades médicas seguem exigindo mais investimentos no Sistema Único de Saúde, valorização e condições dignas de trabalho para os médicos, que, frequentemente, são equivocadamente apontados como os responsáveis por falhas no atendimento, enquanto hospitais e centros de saúde públicos estão sem condições adequadas de funcionamento, superlotados, com escassez de materiais e medicamentos e sem os equipamentos necessários para a boa assistência à população.

Apenas no primeiro semestre deste ano, o Cremego fiscalizou cerca de 200 unidades públicas de saúde de Goiânia e do interior do Estado e a quase totalidade delas apresentou problemas que comprometem o atendimento aos pacientes. A mobilização dos médicos aconteceu em todos os Estados com o apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM), Conselhos Regionais de Medicina (CRMs), Associação Médica Brasileira (AMB), Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Federação Médica Brasileira (FMB), Ordem dos Médicos do Brasil (OMB) e Sindicatos dos Médicos.

 

NA MÍDIA

Presidente fala sobre pesquisa que aponta deficiências no atendimento a vítimas de AVC

Em entrevistas à imprensa no início deste mês, o presidente do Cremego, Leonardo Mariano Reis, falou sobre a pesquisa do Conselho Federal de Medicina (CFM) sobre a precariedade do atendimento a pacientes vítimas de acidente vascular cerebral (AVC) em hospitais públicos de todo o Brasil. De acordo com a pesquisa, que entrevistou neurologistas e neurocirurgiões que atendem na rede pública, 76% dos hospitais públicos brasileiros apresentam infraestrutura pouco adequada ou inadequada ao tratamento de AVC. Leia mais.

 

Mercado de trabalho médico - Em reportagem publicada em 14 de agosto pelo jornal O Popular, o presidente do Cremego falou sobre o mercado de trabalho médico no Estado.

 

Cremego em Revista A nova edição de Cremego em Revista está disponível para leitura na versão online. Clique aqui e confira.


 

Para ficar sempre atualizado (a) sobre o trabalho do Cremego, eventos e ações na área da saúde, acesse o site www.cremego.org.br, curta nossa página no facebook e nos siga no instagram.


 

Boletim Eletrônico Ano 11 Nº 531 19/08/2017
Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego)
Presidente: Dr. Leonardo Mariano Reis - CRM/GO 9.845
Edição: Rosane Rodrigues da Cunha - MTb 764 JP
Assessora de Comunicação - Cremego
www.cremego.org.br  
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.   (62) 3250 4900

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2016 - o site do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás -Todos os direitos reservados
Rua T - 28 N° 245 - Qd. 24 - Lote 19 E 20 - Setor Bueno - Goiânia - GO | Cep: 74210-040 | Fone: (62) 3250-4900 | Fax: (62) 3250-4949 | E-mail - cremego@cremego.org.br
Entrada de Eventos - Rua T-27 Nº 148 - Qd 24 - Lote 12 E 13 - Setor Bueno - Goiânia - GO | Cep: 74210-030 | Horário de funcionamento: Segunda a Sexta - 08h00 às 18h00