Rede dos Conselhos de Medicina
Boletim Eletrônico Nº 549

 

LogoMarca_Cremego (1)

Boletim Eletrônico Nº 549

 

Cremego conclama médicos a apresentarem sugestões para a atualização das normas da telemedicina

 

As sugestões devem ser encaminhadas às Sociedades de Especialidade ou diretamente ao Cremego até o dia 10 de fevereiro

 

O Conselho Federal de Medicina (CFM) está recebendo sugestões dos médicos para a elaboração da nova resolução que vai disciplinar o uso da telemedicina no Brasil e o Cremego conclama todos os médicos goianos a participarem da redação deste importante texto que vai regulamentar a prestação de serviços médicos mediados por tecnologia.

 

O objetivo da consulta pública aberta pelo CFM e que termina agora em fevereiro é aperfeiçoar, alterar e atualizar o texto da Resolução número 1.643/2002 (clique aqui e confira), atualmente em vigor e que estabelece parâmetros para a prestação de serviços por meio da telemedicina.

 

O Cremego orienta os médicos a enviarem suas sugestões para as Regionais das respectivas Sociedades de Especialidades Médicas. Aqueles profissionais que não têm especialidade registrada podem participar encaminhando suas sugestões para o Conselho por meio do formulário disponível no ícone “Fale Conosco” no site www.cremego.org.br. Leia mais.

 

 

CFM abre consulta pública sobre publicidade na área médica

 

A partir deste sábado, 1º de fevereiro, os interessados em participar da consulta pública para a atualização da Resolução CFM nº 1974/11 (clique aqui e confira), que estabelece os critérios norteadores da propaganda em medicina, poderão acessar o site do Conselho Federal de Medicina (CFM) e encaminhar suas contribuições.

 

A consulta pública ficará aberta no site www.cfm.org.br até 1º de março deste ano. Em vigor há exatamente oito anos, a Resolução nº 1.974 foi alterada por duas resoluções editadas no final de 2015, mas concentra as principais diretrizes das divulgações na área médica, definindo normas para entrevistas e a participação dos médicos em redes sociais, conceituando os anúncios, o sensacionalismo, a autopromoção e as proibições referentes à matéria.

 

Novos médicos recebem as carteiras com inscrição no Cremego

 

Uma solenidade realizada na noite de 29 de janeiro marcou a autorização oficial para o ingresso no mercado de trabalho de cerca de 25 médicos recém-formados. É que eles receberam a carteira com a inscrição no Conselho e agora estão legalmente autorizados a exercer a medicina em Goiás.

 

Os documentos foram entregues pelo presidente Leonardo Mariano Reis e pelo conselheiro Antônio Carlos de Oliveira e Ribeiro. Durante a entrega, acompanhada por amigos e familiares dos novos médios, o presidente parabenizou e deu boas-vindas aos novos colegas e falou um pouco sobre o trabalho desenvolvido pelo Conselho.

 

Ele destacou que o Cremego está sempre de portas abertas para orientar e aconselhar os médicos, contribuindo para o exercício ético da profissão. Os desafios do mercado de trabalho e a atuação do Cremego em prol da melhoria do ensino médico também foram lembrados na fala do presidente, que definiu a solenidade como “um momento de extrema relevância e simbolismo”. Clique aqui, leia a matéria completa e confira a cobertura fotográfica na página do Cremego no facebook.

 

Curso de Ética Médica terá nova turma em março

 

Promovido há mais de dez anos pelo Cremego para orientar médicos e acadêmicos de medicina sobre questões relacionadas à ética e à bioética, o curso de Ética Médica chega em 2020 com novidades. A primeira das duas turmas deste ano, que será ministrada na sede do Cremego – Rua T-27, 148, Setor Bueno (entrada de eventos) - entre os dias 3 de março e 16 de junho, terá oito encontros, quatro a menos que as turmas passadas, mas mantendo a mesma programação.

 

Os encontros acontecerão das 19h30 às 21h30 nos dias 3, 17 e 31 de março, 14 de abril, 5 e 19 de maio e 2 e 16 de junho. Nas aulas, conselheiros e diretores do Cremego e profissionais convidados vão abordar temas, como o Código de Ética Médica e suas implicações para o médico, o trabalho médico e as mídias sociais, deveres e direitos dos médicos, perícia e auditoria, mercado de trabalho, ensino médico e outros aspectos relacionados ao exercício da medicina, à ética e à bioética. Durante o curso, os alunos também participarão da simulação de um julgamento baseado em fatos reais.

 

O curso é gratuito e aberto a médicos e a acadêmicos. As vagas são limitadas e as inscrições já podem ser feitas no site do Cremego. Basta acessar e preencher o formulário:  https://forms.gle/vqUzBaKc8L6k39AfA.

 

 

Cremego reconhece Aemed-GO como legítima representante dos acadêmicos de medicina e estreita relação com a entidade

 

O presidente do Cremego, Leonardo Mariano Reis, recebeu na sede do Conselho, no dia 22 de janeiro, o presidente da Associação dos Estudantes de Medicina de Goiás (Aemed-GO), acadêmico do 7º período na UniEvangélica Adriano Ferro Rotondano Filho, e a vice-presidente da entidade, a acadêmica do 9º período na Universidade Federal de Goiás Isabella Luanna de Oliveira Martins. O presidente do Cremego reconheceu a Aemed-GO como legítima representante dos acadêmicos da medicina das faculdades instaladas em Goiás. Leia mais.

 

 

Presidente do Cremego reúne-se com presidente do Crea-GO

 

A atuação dos engenheiros em estabelecimentos assistenciais de saúde visando a qualidade dos serviços e a segurança do paciente e de todos que trabalham nessas instituições, independentemente de seu grau de complexidade, foi o tema central da reunião entre o presidente do Cremego, Leonardo Mariano Reis, e o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de Goiás (Crea-GO), Francisco Almeida. A reunião foi realizada na sede do Cremego, no dia 13 de janeiro, e contou também com a participação da engenheira eletricista Emely Kely Gomes, responsável pela organização da Conferência Nacional de Engenharia Clínica do Sistema Confea/Crea, que acontecerá em Goiânia nos dias 26 e 27 de março. Leia mais.

 

 

A aplicação de vacinas em unidades privadas exige prescrição médica

 

O Cremego orienta que “a administração de vacinas em estabelecimentos privados e que não estejam contempladas no Calendário Nacional de Vacinação do Sistema Único de Saúde somente será realizada mediante prescrição médica”. É o que prevê o artigo 14 da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) número 197, editada em 26 de dezembro de 2017, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

A resolução, que se aplica a todos os serviços de vacinação públicos e privados do País, estabelece ainda que os serviços de vacinação devem garantir atendimento imediato aos pacientes em casos de possíveis intercorrências relacionadas à aplicação de vacinas. Um parecer (número 106/2002) do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro reforça que esse atendimento deve ser prestado por um médico. O parecer destaca ser imprescindível a presença do médico no local da vacinação, pois há a possibilidade de complicações “e apenas ao médico devidamente habilitado, com as condições materiais mínimas necessárias, cabe tomar as providências para atuar em cada caso”.

 

Médicos devem ficar atentos à nota técnica sobre administração de Rivastigmina Transdérmico

 

A Central Estadual de Medicamentos de Alto Custo Juarez Barbosa orienta os médicos a ficarem atentos à Nota Técnica número 01/2020, do Ministério da Saúde, que traz informações sobre a prescrição do medicamento Rivastigmina Transdérmico.

 

A nota aborda os esquemas de administração do medicamento usado no tratamento da Doença de Alzheimer. Esse esquema integra o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Doença de Alzheimer disponível no site do Ministério da Saúde (saúde.gov.br, acesse Saúde no Brasil/Protocolos e Diretrizes/Doença de Alzheimer). Leia mais.

 

 

RODAP  CREMEGO ONLINE (SUPORTE)

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner