Rede dos Conselhos de Medicina
Cremego presta homenagem aos 70 anos da AMG

A noite da quarta-feira (2) foi de comemoração. Por meio de uma live, o Cremego celebrou os 70 anos da Associação Médica de Goiás (AMG), completados no dia 28 de novembro.

Estiveram presentes os representantes de diversas entidades médicas goianas, que relembraram as histórias vividas dentro da Associação.

Washington Luiz, atual presidente da AMG, explicou que a entidade é mais antiga do que a Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás (FM/UFG) e também do que a Associação Médica Brasileira (AMB). “Dentro da AMG surgiram diversas outras associações, como a Unimed e a Unicred. Na minha gestão, quero continuar com esse trabalho, sempre em prol da classe médica”.

Representando o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, o superintendente de Atenção Integral à Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás, Sandro Rogério Rodrigues, falou sobre a importância da AMG para o Estado. “O Governo de Goiás reconhece a AMG como uma parte fundamental para todo o respeito que a medicina goiana possui”.

Já o presidente da Academia Goiana de Medicina, Lindomar Guimarães Oliveira, mencionou o quão importante é o trabalho unido das entidades médicas. “A história da AMG é cheia de nomes lembrados pelo pioneirismo na Medicina. É por isso que a Academia se coloca sempre à disposição para trabalharmos juntos”.


Paulo Francescantonio, membro do Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (Simego), representou a presidente Franscine Leão, e afirmou que a AMG vai além do associativismo, pois também luta com as demais instituições em prol dos médicos e da boa Medicina.


José Abel Ximenes assegurou esse trabalho de defesa dos médicos. Ex-presidente da AMG, ele lembrou suas ações para oferecer melhores condições à classe médica e ao aperfeiçoamento científico.
O também ex-presidente da entidade, Ibsen Augusto de Castro, contou sobre todos os desafios de sua gestão. “Era 1991, ano pós-constituinte, estávamos vivendo a implantação do SUS e os impactos da separação de Goiás e Tocantins. Foi difícil, mas sei que a AMG, em todos esses anos, evoluiu muito e faz jus aos médicos goianos”.


O atual diretor financeiro da AMG, Rui Gilberto, acrescentou a relevância da associação no meio médico. “A AMG contribui muito para a Medicina goiana que, desde o início, foi uma Medicina séria, constituída por abnegados profissionais, para que nosso Estado tivesse destaque na área da assistência, ensino e produção científica”.


Eizechson Gomides, ex-presidente da entidade, disse que todos os presidentes foram privilegiados ao serem elevados a esse cargo (da presidência) tão importante na medicina e no sistema associativo da AMG. “Eu fui privilegiado ainda mais por ser o primeiro e único presidente fora de Goiânia”, afirmou.


Segundo Maria Cristina Cento Fanti, ex-vice-presidente, a autossustentabilidade financeira da AMG foi uma enorme conquista. “Fui vice-presidente na década de 1980, que foi muito turbulenta. Foi o período do acidente do Césio e da implantação do SUS. A gente costumava ter reuniões longas para discutir a compra de uma fotocopiadora. Então, para ter essa sustentabilidade financeira, começamos a fazer ações como alugar a quadra e realizar congressos”.
Regina Marques, que há 27 anos participa da diretoria da AMG, ressaltou que o trabalho nunca foi individualizado. “Sempre buscamos o auxílio das demais entidades e a estabilidade financeira que a AMG está adquirindo é uma novidade, porque passamos por momentos cruciais”, relembrou.


Também esteve presente o atual vice-presidente, Rafael Martinez. “Quero deixar aqui os meus votos para que os próximos 70 anos sejam de muito sucesso”, comemorou.
O presidente do Cremego, Paulo Roberto Cunha Vencio, relatou como a AMG faz parte da vida dos médicos goianos. “Por isso, agradeço a todos que fazem parte da AMG e das outras entidades, pois é esse trabalho que ficará como legado para o futuro”, conclui.


Toda a cerimônia permanece gravada no Youtube do Cremego. Confira:https://www.youtube.com/watch?v=X1RNO11GWSM&t=1038s

 



(Texto aprovado pelo 1º Secretário/Cremego 03/12/20)

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner