Reunida no dia 11 de agosto, a diretoria do Cremego aprovou a adoção do piso salarial da Federação Nacional dos Médicos (Fenam) como parâmetro para a remuneração dos médicos fiscais contratados pelo Conselho. A medida é retroativa a maio de 2011 e prevê o pagamento de 70% do piso até abril de 2012; 85% entre maio de 2012 e abril de 2013 e 100% a partir de maio de 2013.

Calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o piso atualmente está fixado em R$ 9.188,22. O reajuste salarial dos médicos fiscais do Cremego acompanhará o aumento estipulado pela Fenam. Assim, a partir de maio de 2013, o salário mensal do médico fiscal será igual ao piso fixado pela Federação.

 

“Com a adoção desse piso, o Cremego põe em prática um direito que reivindica para toda a classe médica”, explica o presidente do Conselho, Salomão Rodrigues Filho. O Cremego defende a implantação do piso salarial da Fenam para a remuneração dos médicos tanto na rede pública quanto nos serviços privados.

 

Para a adoção do piso salarial dos médicos fiscais, o Cremego considerou o previsto no inciso III do Capítulo I do Código de Ética Médica, que estabelece que “para exercer a medicina com honra e dignidade, o médico necessita ter boas condições de trabalho e ser remunerado de forma justa”. Atualmente, o quadro de médicos fiscais do Cremego é composto por quatro profissionais.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.